Notícia

Techstart Food Innovation concluiu a aceleração das startups selecionadas

Imagem: Techstart Food Innovation concluiu a aceleração das startups selecionadas

O TechStart Food Innovation concluiu seu primeiro ciclo de aceleração. No dia 08 de setembro foi realizado o Demo Day, com os pitches das startups aceleradas. O programa teve duração de 21 semanas, com o suporte de mais de 100 mentores, 120 horas de mentorias, além do contato com investidores - e quatro startups aceleradas já receberam propostas de investimentos.

Em formato 100% online, o programa, iniciado em setembro de 2020, recebeu mais de 150 inscrições, de 4 países. Após uma seleção criteriosa, foram escolhidas 30 startups para participar do Warm Up, uma etapa de pré-seleção com 10 encontros, em que as startups receberam conteúdos técnicos e voltados aos negócios. Desta etapa realizada em 2020, nove startups foram selecionadas para o processo de aceleração iniciado em março de 2021.

As startups aceleradas foram: Awí Superfoods, de superfoods que promovem a bioeconomia Amazônica; Biotimieze, de soluções em biotecnologia; Eat Fresco, de plant based; Hakkuna, de proteínas de insetos; Hort-e, um marketplace que conecta food service e produtores; Foodtest, de preferência sensorial do consumidor; Vale Mais, de alimentos funcionais, orgânicos e saudáveis; OKA Bioembalagens, de bioembalagens; e Wise Sales, uma plataforma de inteligência de mercado para Food Service.

O Techstart Food Innovation teve como base a aceleração de negócios e tecnologia, com estrutura de encontros, apresentações, feedbacks, mentorias, conexões e desafios, para ajudar e gerar evolução e crescimento. As startups tiveram a oportunidade de melhorar seus pitchs, entender melhor sobre seus modelos de negócios, estratégias e planejamento para crescimento, e muito mais! 

Para Antonio Alvaro Duarte de Oliveira, Diretor-presidente da Conexão.f, o setor de alimentos possui o grande desafio de produzir cada vez mais – tendo em vista o aumento da população mundial – e de forma cada vez mais sustentável. Nesse contexto, o papel das startups é fundamental para atender às necessidades atuais e futuras.

O primeiro ciclo do programa, que acelerou startups que inovam na cadeia de ingredientes, alimentos, bebidas e embalagens, foi realizado pela Conexão.f, Food Ventures e Venture Hub, e contou com o Instituto de Tecnologia de Alimentos (Ital), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, como parceiro tecnológico.

Dentro os parceiros estiveram: Döhler, Nestlé, IOTA, The Good Food Institute, Regularium, Embrapa, SiDi, Business France, Eldorado, E.L.O, ABIAM, ABIR, ABIMAPI, ABIA, Food Innovation, Scicrop, thought for food; Aoki, Ferreira, Mattioli & Yamashita. Propriedade Intelectual.

As inscrições para o TechStart Food Innovation 2022 já estão abertas, com novos correalizadores e parceiros. Clique aqui para saber mais!

E para continuar fomentando o ecossistema de inovação, a Conexão.f, em parceria com a Food Ventures, criou a #food, uma comunidade digital para todos que querem fazer parte da transformação da cadeia de alimentos. Clique aqui e saiba mais.

Compartilhe essa notícia:
Autor(es) do Post
ANA LIMA
Estagiária de Comunicação
Você pode obter mais informações através do e-mail ana.lima@fundepag.br