Notícia

FUNDEPAG promove Agrifutura

Imagem: FUNDEPAG promove Agrifutura

Em parceria com a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, APTA e ABDI, evento reuniu mais de dois mil participantes

A FUNDEPAG promoveu pela primeira vez o Agrifutura 2018, nos dias 03 e 04 de março, no Instituto Biológico, em São Paulo/SP. Com mais de dois mil participantes, o evento teve formato interativo e foi dedicado a inovação para levar para a sociedade os projetos, processos e produtos inovadores desenvolvidos no setor público e privado. O evento foi realizado em conjunto com a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo (SAA), Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), e Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI).

Todos os institutos de pesquisa da Secretaria participaram do evento: Instituto de Tecnologia de Alimentos (ITAL), Instituto Agronômico (IAC), Instituto Biológico (IB), Instituto de Pesca (IP), Instituto de Economia Agrícola (IEA), Instituto de Zootecnia (IZ) e a APTA Regional.

Nesta primeira edição ocorreram 20 palestras, 14 exposições de inovações e 14 ações inovadoras. Além de concurso de hackathon e bate-papos sobre o futuro do setor.

O evento teve como objetivo interagir um público vasto e variado sobre as novidades tecnológicas para o agronegócio. “Foi uma oportunidade imperdível para que a sociedade tivesse contato com a produção tecnológica de apoio à inovação e, às demonstrações de aplicações em diversos casos. O Agrifutura foi planejado para que ocorre-se ampla interação das pessoas, com os profissionais, afim de garantir mais envolvimento da sociedade sobre a importância da inovação tecnológica para a sustentabilidade do Brasil”, declarou Antônio Álvaro Duarte, Diretor da FUNDEPAG.

O Diretor apontou também que o uso da tecnologia é a saída para o Brasil ter mais riquezas com sua agricultura. “Precisamos tornar o agronegócio mais competitivo e a estratégia é usar a tecnologia e inovação para agregar valor na produção e nas cadeias agropecuárias para atender ao mercado interno e externo”.

Segundo dados da última edição do ranking internacional Global Innovation Index, um levantamento anual realizado pela Organização Mundial de Propriedade Intelectual, em parceria com a Universidade Cornell, de 127 países participantes, o Brasil está na 69º posição. “Estamos numa posição incômoda, mas do potencial do agronegócio podemos superar isso. Vejo claramente como possível o nosso país estar entre os 20 primeiros até 2025, entendendo que o agro vai bem além da porteira. Temos que pensar na agregação de valor e, consequentemente, na agroenergia, agrofármacos, agroserviços, agroindústria etc.”, estimou Duarte.

A cobertura completa do evento pode ser conferida no link SAA: http://agricultura.sp.gov.br/noticias/agrifutura-reune-2-5-mil-pessoas-em-sao-paulo-discutindo-a-inovacao-no-agronegocio/

Foto: Fernanda Domiciano (Assessoria de Imprensa/APTA) 

Compartilhe essa notícia:
Autor(es) do Post
PRISCILA MAYUMI
Especialista em Comunicação
Você pode obter mais informações através do e-mail priscila.mayumi@fundepag.br