Cases de Sucesso

Transmissão de raiva em primatas

Instituição: OPAS – Organização Pan-Americana da Saúde

Pesquisador: Dra. Ivanete Kotait

Cliente/Parceiro: Instituto Butantan, UNESP/Botucatu, Instituto Pasteur e UFSB

Vigência: 09/2018 - 07/2020

Image

Contexto

Embora a raiva seja uma enfermidade conhecida e estudada há vários séculos, a falta de conhecimento sobre a ecologia dessa enfermidade em PNH limita a capacidade de predizer os lugares e periodicidade do surgimento de casos ou epidemias, assim como os fatores que aceleram a transmissão durante períodos de epizootias. O projeto terá como foco um primata conhecido como “sagui do tufo branco”, endêmico em grande parte do Brasil, principalmente na região Nordeste, em que têm sido registrados casos de raiva humana transmitida por esses animais. O primata invade atualmente zonas do sul do Brasil e se adapta particularmente a áreas urbanas, o que aumenta o risco de transmissão de enfermidades a humanos.

Abordagem

A Fundepag assinou acordo com Organização Pan-americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) para implementação de projeto de cooperação técnica, que contará com a participação de diversos pesquisadores e instituições de pesquisa renomadas, entre elas, Instituto Butantan, Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho (UNESP/Botucatu), Instituto Pasteur e Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB). A pesquisa irá obter um mapa de distribuição da espécie de Callithrix jacchus em todo Brasil, avaliar se existe circulação da raiva em saguis tanto em zonas em que existem registros de casos humanos, como nas demais localidades.

Solução

Identificar os fatores ecológicos, climáticos e humanos que favorecem a ocorrência e circulação da raiva no sagui Callithrix jacchus, mapeando as áreas de maior risco de aparição dessa enfermidade.

Vamos construir um case de sucesso juntos?

Faça seu projeto de pesquisa e inovação acontecer! Entre em contato